MENESTREL IALMAR PIO SCHNEIDER


13/07/2013


POEMA de IALMAR PIO - AQUARELA de ÂNGELA PONSI

 

Aquarela de Ângela Ponsi
AMOR SEM FIM
 
Ialmar Pio Schneider
 
Quisera fazer-lhe carícias
do mais simples ao mais complexo
e usufruir as delícias
do sexo.
 
E quando a noite chegasse
envolvendo o mundo
beijando a sua face
e atingindo o clímax profundo...
 
Nem seriam horas perdidas
mas sempre aproveitadas
por duas vidas
hoje separadas...
 
Este meu íntimo pensamento
que agora externo
qual o tempo e o vento
seria eterno
nos poemas
sem dilemas...
 
Apaixonado

 

Escrito por IALMAR PIO às 01h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

12/07/2013


TROVA de IALMAR PIO - Imagem da Internet

 

Pablo Neruda

Por ocasião da data do aniversário de nascimento do poeta Pablo Neruda que foi em 12.07.1904, em Parral, no Chile. Em 21 de outubro é escolhido ganhador do “Prêmio Nobel de Literatura”, viajando a Estocolmo para recebê-lo das mãos do monarca sueco, em 1971.

TROVA

Pablo Neruda, o cantor

que leio de madrugada:

“Veinte Poemas de Amor”

e a “Canción Desesperada”.

 

Ialmar Pio Schneider

 

 Legal

Escrito por IALMAR PIO às 01h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

11/07/2013


SONETO A GUILHERME DE ALMEIDA - homenagem póstuma

Foto da Internet

Por ocasião da data de falecimento do poeta que foi também Príncipe dos Poetas Brasileiros.

Tudo muda, tudo passa,

neste mundo de ilusão,

vai para o céu a fumaça,

fica na terra o carvão !

 

Guilherme de Almeida

 

***

 

SONETO PARA GUILHERME DE ALMEIDA – homenagem póstuma – falecimento em 11.07.1969

 

Ialmar Pio Schneider

 

Dos poetas maiores que conheço,

um deles despertou-me alta emoção,

sua poesia trouxe-me o começo

para amar a saudade e a solidão...

 

Cantou que neste mundo de ilusão,

têm horas de prazer e de tropeço,

falando da fumaça e do carvão,

nos versos simples que jamais esqueço...

 

Também foi príncipe dos menestréis,

respeitado por todos seus fiéis

leitores dos poemas preferidos;

 

ó Guilherme de Almeida, nobre vate,

que aceitando reunir, num arremate,

nos brindou com “Meus Versos mais Queridos”!

 

Porto Alegre, RS, Tristeza,

em 10/06/2010

às 17h20min.

 

Escrito por IALMAR PIO às 02h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

10/07/2013


SONETO DE IALMAR PIO em Homenagem - Foto do poeta na Internet

 

 

SONETO A AUGUSTO MEYER - In Memoriam - Falecimento do poeta em 10.7.1970 - . -

Foi poeta gaúcho dos Chorões,
do Negrinho do Pastoreio e a Gaita,
e também cultuando as tradições,
´´Guia do Folclore Gaúcho´´, retrata...

E no ´´Prosa dos Pagos´´ nos ressalta
autores vários cá destes rincões;
´´Cancioneiro Gaúcho´´, sem bravata,
compila muitas trovas e canções.

Augusto Meyer, foi da Academia
Brasileira de Letras, o escritor
que nos representou com fidalguia.

Suas poesias, sua prosa, estão
a demonstrar acervo de valor,
imortal para nossa geração !

IALMAR PIO SCHNEIDER

***

Porto Alegre - RS, 10 de julho de 2011,

às 10h4min. - Tristeza.

Legal

 

Escrito por IALMAR PIO às 00h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

09/07/2013


DIA DO SONHADOR - 9 de julho - SONETO DE IALMAR PIO - IMAGEM na Internet

 

S o n e t o    d e    S o n h a d o r

 

Ialmar Pio Schneider

 

 

                                      Já não me encontro só nem desgraçado

                                      pois te levo total em meu olhar;

                                      nem poderei viver sem teu agrado

                                      enquanto não consiga te olvidar.

 

                                               Quando às vezes passeio pelo prado,

                                               a natureza em flor a contemplar,

                                               parece que tu segues ao meu lado

                                               e os dois formamos um ditoso par.

 

                                      Eu prossigo sonhando à luz do dia,

                                      que estás presente em todos os momentos,

                                      na tarde calorosa ou noite fria,

 

                                               e também de manhã andando a esmo;

                                               porque vencendo obstáculos violentos

                                               sinto que fazes parte de mim mesmo.

 

                            Canoas, 15 de dezembro de 1983 - R A D A R - Pág. 7

_______________________________________________________________________

http://ialmarpioschneider.blogspot.com/

EM 14.07.2009

http://ialmar.pio.schneider.zip.net/

EM 06.10.2009

http://ialmar.blog.terra.com.br/

em 26.6.2011

http://ialmarpioschneider.blogspot.com/

em 27.6.2011

 

 

Escrito por IALMAR PIO às 12h38
[ ] [ envie esta mensagem ]

08/07/2013


SONETO de IALMAR PIO

 

Jayme Caetano Braun, o inimitável poeta gauchesco e pajador, falecido há 14 anos, ou seja, em 8 de julho de 1999, aos 75 anos de idade.

****************************************************************

SONETO PARA JAYME CAETANO BRAUN (In Memoriam)

Jayme Caetano Braun quando tu cantas,
eu me quedo silente a te escutar;
em teus poemas de belezas tantas,
encontro o Rio Grande a me falar.

Não posso compreender quem não encantas
no teu nobre e gauchesco linguajar;
sobre as coxilhas quando te levantas
eu vejo um farroupilha em teu lugar.

Primoroso cantor, valente e forte,
sem temor de lutar, de altivo porte
tal qual o lutador galo de rinha

que morre de tortura e não se entrega
e agüenta firme a ríspida refrega,
pois morre sem deixar dobrar a espinha.

IALMAR PIO SCHNEIDER

Gaúcho campeador

Vela

 

Escrito por IALMAR PIO às 01h07
[ ] [ envie esta mensagem ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sul, PORTO ALEGRE, TRISTEZA, Homem

Histórico