MENESTREL IALMAR PIO SCHNEIDER


03/08/2013


TROVA de IALMAR PIO - AQUARELA de ÂNGELA PONSI

 

Aquarela  Reserva Lami de Ângela Ponsi

TROVA

*******

Já tive dias aflitos,

mas também outros risonhos,

e que surgiram bonitos

na Primavera dos sonhos !

 

Ialmar Pio Schneider

 

Apaixonado

 

 

Escrito por IALMAR PIO às 01h11
[ ] [ envie esta mensagem ]

01/08/2013


SONETO de IALMAR PIO - IMAGEM da INTERNET

 

Homenagem à data de aniversário da atriz, escritora e modelo Bruna Lombardi que hoje transcorre.

Escrito após ler o livro de poesias da poetisa No Ritmo desta Festa. Daí a citação final.

 

SONETO PARA BRUNA LOMBARDI

 

                                               Ialmar Pio Schneider

 

                   Palmilhei tuas páginas sozinho,

                   de noite, de manhã, por alguns dias

                   foste alguém que surgiu em meu caminho

                   e me detive a ouvir o que dizias.

 

                   Depois... que nem o capitoso vinho

                   me envolveste com tuas fantasias;

                   e me senti girando em redemoinho

                   como solto ao furor das ventanias.

 

                   Ler os teus versos, ó Bruna Lombardi,

                   já não importa quando, nunca é tarde,

                   pois trazem sempre cálida emoção

 

                   que brota da poesia-sensação...

                   Acabou-se a leitura... e o que me resta?!

                   A saudade do “ritmo dessa festa”.

 

 

 

http://www.jornalnh.com.br/site/interativo/interativo_blog,canal-5,ed-104,ct-107.htm

em 1º.8.2010

 


[Janete Vargas] [jovargas@terra.com.br]
Que maravilha de soneto em homenagem `a Bruna Lombardi, que era a musa do nosso Poeta Quintana. Parabéns, amigo Ialmar ! Abraço afetuoso

01/08/2010 19:23

 

 

 

 

Escrito por IALMAR PIO às 02h12
[ (1) Apenas 1 comentário]

VOTE NO SONETO. AGRADEÇO-LHE. CLIQUE EM

http://www.sonetos.com.br/sonetos.php?n=6120

 

 

Escrito por IALMAR PIO às 00h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

30/07/2013


SONETO de IALMAR PIO - IMAGEM - Foto na INTERNET

Nascimento do poeta em 30.07.1906

 

 

 

 

SONETO - em 20.06.2010 - Porto Alegre - RS

Hoje não fiz poesia, apenas li
alguns poemas de Mário Quintana.
Mas, o que faço agora, se escrevi
estas linhas, pensando na cigana

que leu a minha mão e soberana,
na sua ciência, que nunca entendi,
me confirmou que não seria insana
a história que ora vivo e que vivi?!

Penso, então, que não tinha que saber
estes desígnios de minha existência,
se fosse só para depois sofrer...

Fora sensato andar pelos caminhos,
ouvindo a voz silente da consciência,
que sempre faz-se ouvir pelos sozinhos...

IALMAR PIO SCHNEIDER

 

Legal

 

 

 

 

Data de falecimento do poeta Mario Quintana em 5.5.1994 -

- Homenagem póstuma

Escrito por IALMAR PIO às 00h50
[ (1) Apenas 1 comentário]

 

[Larissa] [lguedes2010@bol.com.br]
Lindíssimo soneto. Parabéns! Uma justa e merecida homenagem ao Quintana. Beijo com carinho da amiga, Lari = RoZinha.

17/05/2011 14:52

 

Escrito por IALMAR PIO às 00h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sul, PORTO ALEGRE, TRISTEZA, Homem

Histórico