MENESTREL IALMAR PIO SCHNEIDER


08/11/2013


Aniversário do saudoso poeta Nelson Fachinelli - 9.11.1935

 


SONETO DE ANIVERSÁRIO DA CASA DO POETA RIO-GRANDENSE(24.7.1964)

 

Musas

SONETO À CASA

DO POETA RIOGRANDENSE

 

                                                                  Para o Nelson Fachinelli

 

                            Quarenta e seis anos que a CASA DO POETA

                            RIOGRANDENSE festeja e comemora.

                            e será, dia a dia, mais concreta

                            congregando a Irmandade tempo afora...

 

                            Seja a Luz do Ideal a  sua meta,

                            tal como o foi na Fundação outrora,

                            e que leve a mensagem predileta

                            ao coração que sofre... ou ama... ou chora...

 

                            Vinte e Quatro de Julho marca o início

                            de uma nova seara da Cultura

                            cuja semente achou solo propício...

 

                            Portanto, levantemos estandartes

                            p’ra saudar a Entidade que perdura:

                            A CASA DO POETA em prol das Artes...

                                     

                                                        Autor: Ialmar Pio Schneider

 

         Canoas, 19 de julho de 1984 - Pág. 11 -  R A D A R - Variedades

_______________________________________________________________________

 

Legal

 

 

Escrito por IALMAR PIO às 00h43
[ ] [ envie esta mensagem ]

TROVAS de IALMAR PIO - IMAGENS da INTERNET

30/11/2008


TROVAS de IALMAR PIO

 

 

O poeta é um fingidor.

Finge tão completamente

Que chega a fingir que é dor

A dor que deveras sente.

 

FERNANDO PESSOA

 

******************************

QUADRAS de IALMAR PIO

 

Nobre Fernando Pessoa,

Tão ilustre fingidor,

Ó poeta de alma boa,

Foste também trovador !...

 

No entanto, dou meu conceito,

sempiterno sonhador,

porque deve ser perfeito,

nunca se finja no Amor !

 

Aqui modulo meu canto,

E ouço o sabiá cantor,

Em seu mavioso acalanto,

Para eu fingir minha dor...

 

Porto Alegre – RS, 29.11.2008

 

Sabiá

 Obs.: Em 30 de novembro de 1935 morre, aos 47 anos,

um dos maiores poetas da língua portuguesa, Fernando Pessoa.

Cfe.: Almanaque Gaúcho da ZERO HORA de 29.11.2008

 

 

Escrito por IALMAR PIO às 00h37

Apaixonado

 

Escrito por IALMAR PIO às 01h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

07/11/2013


POEMA PUBLICADO NO ALMANAQUE GAÚCHO DA ZERO HORA, HOJE QUINTA-FEIRA - 7 DE NOVEMBRO DE 2013 - PÁG. 58 -

O D E



Ialmar Pio Schneider


Do pouco-muito ...

que foste para mim

recordarei

das esperas infrutíferas

não esquecerei

quando o inverno surgir austero

e as noites forem infindáveis

também pensarei

no sempre-nunca

que fez meus dias desagradáveis.
Apaixonado

Escrito por IALMAR PIO às 11h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

ANIVERSÁRIO DE CECÍLIA MEIRELES - 7 de novembro - Imagem: foto da Internet

 

Cecília Meireles

SONETO PARA CECÍLIA MEIRELES, a poeta - em 22/06/2010 - Porto Alegre - RS

Procuro viajar nestes poemas
que me emocionam tanto e permaneço
conhecendo em mais variados temas,
a vida alegre ou triste em que padeço...

Procurei fazer versos, de tropeço
em tropeço, p´ra resolver problemas
que enfrentei no viver, desde o começo,
quando me apareciam os dilemas.

Um dia encontrei doce poesia
melancólica, plena de ternura,
mas também sempre límpida e correta.

São horas de tristeza e nostalgia
que me suscitam a feliz candura,
de Cecília Meireles, a poeta !

IALMAR PIO SCHNEIDER

Apaixonado

 

Escrito por IALMAR PIO às 02h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

05/11/2013



Parabéns ao município de Sertão - RS, minha terra natal, pelo transcurso do seu cinquentenário, pois foi fundada em 5 de novembro de 1963 - Soneto de Ialmar Pio Schneider, no caso quem escreve estas linhas. Imagem extraída do livro A Maldição do Padre, de Camilo Simon.

SONETO A SERTÃO
(Minha terra natal)
...

Oh! terra onde nasci, berço de minha infância,
que sempre levarei dentro do coração
batendo com ardor, em serena constância,
lembrando os tempos bons que já bem longe vão !...

Teu nome a recordar saudades e distância
flores silvestres e quem sabe solidão,
há de permanecer tal suave fragrância
cá dentro de minh’alma, oh! saudosa Sertão !

Se assim Deus o quiser, em teu solo bendito
reviverei um dia o passado aos pedaços,
como o filho que volta ao lar: cansado, aflito...

Porém que, em retornando ao seu torrão natal,
lugar onde ensaiou os seus primeiros passos,
consegue um elixir pra curar o seu mal...
___________________________
IALMAR PIO SCHNEIDER


http://ialmarpioschneider.blogspot.com/
em 5.11.2010
http://www.diariodecanoas.com.br/site/interativo/interativo_blog5,ed-105,ct-99.htm
EM 3.8.09
___________________________
PÁG. 16 - O TIMONEIRO - CANOAS, 3.6.83
______________________________
_________________________________________

http://ial123.blog.terra.com.br/
EM 10.11.2008
http://ialmarpioschneider.blogspot.com/
Em 17.6.2011
Ver mais
Parabéns ao município de Sertão - RS, minha terra natal, pelo transcurso do seu cinquentenário, pois foi fundada em 5 de novembro de 1963 - Soneto de Ialmar Pio Schneider, no caso quem escreve estas linhas. Imagem extraída do livro A Maldição do Padre, de Camilo Simon.   SONETO A SERTÃO (Minha terra natal)  			Oh! terra onde nasci, berço de minha infância, 			que sempre levarei dentro do coração 			batendo com ardor, em serena constância, 			lembrando os tempos bons que já bem longe vão !...  				Teu nome a recordar saudades e distância 				flores silvestres e quem sabe solidão, 				há de permanecer tal suave fragrância 				cá dentro de minh’alma, oh! saudosa Sertão !  			Se assim Deus o quiser, em teu solo bendito 			reviverei um dia o passado aos pedaços, 			como o filho que volta ao lar: cansado, aflito...  				Porém que, em retornando ao seu torrão natal, 				lugar onde ensaiou os seus primeiros passos, 				consegue um elixir pra curar o seu mal... 							___________________________ 							  IALMAR PIO SCHNEIDER    http://ialmarpioschneider.blogspot.com/ em 5.11.2010 	http://www.diariodecanoas.com.br/site/interativo/interativo_blog5,ed-105,ct-99.htm EM 3.8.09 					___________________________ 		PÁG. 16 - O TIMONEIRO - CANOAS, 3.6.83 _______________________________________________________________________  http://ial123.blog.terra.com.br/ EM 10.11.2008 http://ialmarpioschneider.blogspot.com/ Em 17.6.2011




Escrito por IALMAR PIO às 12h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

QUADRA de IALMAR PIO - IMAGEM da INTERNET

 

MUSA

QUADRA

 

Faço versos noite e dia

para conquistar a amada,

neste mundo de magia,

mirando a luz da alvorada...

 

IALMAR PIO

 Apaixonado

 

Escrito por IALMAR PIO às 21h21
[ (1) Apenas 1 comentário] [ envie esta mensagem

 

Escrito por IALMAR PIO às 01h52
[ ] [ envie esta mensagem ]

04/11/2013


Soneto de Ialmar Pio - Foto do autor aos 17 anos

 

TRISTEZA (em Getúlio Vargas - RS - outubro de 1959)

Tudo é triste! minhalma só suspira.
O vento sopra devagar. Um sonho
Me chega à mente e fala tão tristonho
Que eu para despedi-lo pego a lira.

Pego a lira mas ela só suspira
Não tem mais aquele tocar risonho
E só murmura seu vibrar medonho
Porque partiste e meu viver delira.

Assim meu coração não mais se acalma
E sofre juntamente com minhalma
Que vive padecendo sem consolo.

Meu peito não suporta mais a dor
Que lhe causaste com teu falso amor.
Em crer no teu amor eu fui um tolo.

IALMAR PIO SCHNEIDER

 

Foto da Formatura no Curso Ginasial em Getúlio Vargas - RS, aos 17 anos.

 

 

Escrito por IALMAR PIO às 01h41
[ ] [ envie esta mensagem ]

03/11/2013


Dia do Barbeiro e do Cabeleireiro - 3 de novembro - Imagem da Internet

 

SONETO SAUDOSO AO MEU PAI !

 

Ialmar Pio Schneider

 

Hoje desejo te contar a história,

De um homem simples que bem conheci,

Jamais há de sair-me da memória,

Pois foi por seu caráter que vivi...

 

Deste mundo cumpriu a trajetória,

E trabalhando honestamente aqui,

Ele nunca aspirou dinheiro ou glória,

Foi meu exemplo desde que nasci...

 

Ora reside Além, na Eternidade,

Mas eu sempre o relembro com saudade,

E tanto tempo já tão longe vai...

 

Ainda o vejo lá na barbearia,

Me transmitindo com sabedoria,

Os seus ensinamentos, oh meu pai !

 

Tristeza, Porto Alegre, RS, 27.05.2010

Às 17h09min.

Jornal de Novo Hamburgo

em 6.9.2010

http://ialmar.pio.schneider.zip.net/

em 6.9.2010

http://ial123.blog.terra.com.br/

em 11.5.2011

 

Escrito por IALMAR PIO às 16h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sul, PORTO ALEGRE, TRISTEZA, Homem

Histórico