MENESTREL IALMAR PIO SCHNEIDER


27/06/2014


SONETO a CANOAS - 75 anos

 

FUNDAÇÃO CULTURAL DE CANOAS - RS

 

SONETO A CANOAS

___________________________

Ialmar Pio Schneider

___________________________

                                      Altaneira cidade do progresso

                                      rumo ao destino imenso te projetas;

                                      das indústrias, fenomenal complexo,

                                      exemplo de trabalho em tuas metas !

 

                                      E irás rompendo curvas pelas retas

                                      do amanhã promissor e do sucesso,

                                      a fim de proclamarem os poetas

                                      que em teu avanço não terás regresso...

 

                                      Jovem ainda, contas com o vigor

                                      de teus filhos natos e adotivos,

                                      cada qual dedicado ao seu labor

 

                                      para te verem mais engrandecida

                                      em teus empreendimentos e atrativos;

                                      e onde transcorra normalmente a vida.

_______________________________________________________________________

                   Publicado na Pág. 22 de O TIMONEIRO - 25.6.82 de CANOAS (RS)

***

Junho, 27 - O Decreto nº 7839 cria o Município de Canoas - RS, em 1939. -  Pequena História de Canoas de João Palma da Silva.

Legal

 

Escrito por IALMAR PIO às 00h16
[ ] [ envie esta mensagem ]

26/06/2014


TROVAS de IALMAR PIO - AQUARELA de ÃNGELA PONSI

 

Aquarela de Ângela Ponsi

TROVAS - BRISA

Quando cansado, à tardinha,

meu corpo exausto descansa,

vem a brisa e me acarinha,

enchendo-me de esperança...

          A brisa sempre é bem-vinda

          nestas tardes de calor,

          quando apareces tão linda

          para preencher meu amor !

Olhavas triste, indecisa,

no meio da rua, quando

sentes o abraço da brisa

que vai assim te afagando...

Porto Alegre - RS

Ialmar Pio Schneider

 Apaixonado

 


[Cristalina]
Gostei muito de seu blog...é um prazer ler seus poemas... Um Feliz Ano Novo para voce e os seus! Beijocas

28/12/2009 15:42

Escrito por IALMAR PIO às 01h27
[ ] [ envie esta mensagem ]

25/06/2014



 

Dia do Imigrante - 25 de junho - Soneto de Ialmar Pio Schneider - Imagem: igreja na Internet

 

 

Igreja de São Leopoldo - RS

 

Soneto à cidade de São Leopoldo

Soneto pelo aniversário do município em 22 de fevereiro de 2010

Bem sei que ali chegaram os Schneider,
que vieram da Alemanha para amar
um magno Novo-Mundo a desvendar,
onde encontrassem a prosperidade...

Trouxeram seu amor e na saudade
ficou a Velha Pátria de Além-Mar
e todos construíram novo lar
aqui no solo da felicidade...

Tenhamos para sempre em nossa vida,
juntamente com os outros imigrantes,
a doce paz que invade os corações.

A todos a coragem na subida
que leva aos píncaros mais inebriantes,
e vencendo, cultuar as tradições !...

Capão da Canoa, em 22 de fevereiro de 2010
Ialmar Pio Schneider

 

Escrito por IALMAR PIO às 10h01
(3) Vários Comentários] [ envie esta mensagem ]

 

 [luizaSoaresBenicio de Moraes][luizabeniciomoraes@yahoo.com.br] 
Seu blog é muito bonito e convidativo!

28/06/2011 21:00

[luizaSoaresBenicio de Moraes][luizabenicciomoraes@yahoo.com.br] 
Que bom sair de seu torrão natal e abrançando outra cidade, encontrar a alegria, a amizade, a felicidade adotando novo estado, novo país, novos amigos, e encontrando a]felicidade desejada! 

28/06/2011 20:55

[luizaSoaresBenicio de Moraes][luizabenicciomoraes@yahoo.com.br] 
Que bom sair de seu torrão natal e abrançando outra cidade, encontrar a alegria, a amizade, a felicidade adotando novo estado, novo país, novos amigos, e encontrando a]felicidade desejada! 

28/06/2011 20:5


Escrito por IALMAR PIO às 00h46
[ ] [ envie esta mensagem ]

22/06/2014


SONETO

 

Ialmar Pio Schneider

 

                            A noite ainda esconde os seus mistérios,

                            é tempo de chorar pelos fracassos...

                            As estrelas nos páramos sidéreos,

                            indiferentes, seguem os meus passos.

 

                            Quisera tanto agora teus abraços

                            e receber assim sonhos etéreos,

                            que devem existir pelos espaços

                            para poetas que nem eu, aéreos !...

 

                            Vem, ó Musa, consola o teu eleito,

                            nestas horas noturnas de ansiedade

                            em que sinto um delírio no meu peito !

 

                            Antes que surja o sol à minha porta,

                            aparece, matando-me a saudade,

                            e a me provar que não estejas morta !...

 

                            - 22.03.97


Escrito por IALMAR PIO às 19h58
[ ] [ envie esta mensagem ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sul, PORTO ALEGRE, TRISTEZA, Homem

Histórico