MENESTREL IALMAR PIO SCHNEIDER


02/07/2014


SONETO de IALMAR PIO - AQUARELA de ÂNGELA PONSI

 

Aquarela de Ângela Ponsi

S O N E T O                           

 

                                               Ialmar Pio Schneider              

 

                            Um dia por acaso me sorriste

                            e te fiz minha musa desde então;

                            até que floresceu esta paixão

                            e eu fui ficando cada vez mais triste.

 

                                      Não interessa o que passou... existe

                                      o mundo à nossa espera e viverão

                                      os meus versos em forma de canção...

                                      amenizando a mágoa que me abriste!

 

                            Aceita-me em teu reino e que a poesia

                            se eternize falando em nossos nomes

                            para a glória final do grande dia;

 

                                      vês... que se minha musa já te fiz,

                                      tudo dependerá de ti... e os nomes

                                      hão de ficar unindo um par feliz...

 

 Apaixonado

 

 

Escrito por IALMAR PIO às 21h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sul, PORTO ALEGRE, TRISTEZA, Homem

Histórico